A vida está em movimento constante e nada perdura.
Não é fraco ou vergonhoso sentir tristeza ou solidão, nem deve ser considerado um problema o distanciamento do mundo e dos outros, tudo isso faz parte do nosso caminho, e muitas vezes é necessário.

O único critério válido para perceber se um tempo de solidão ou de tristeza é saudável e curativo ou se drena demasiadamente os recursos de energia, é a percepção e o sentimento individual.
Não existe uma medida certa generalizada para estas emoções profundas e pesadas de isolamento.

Para além da autocomiseração, que é um assunto à parte, a visão que a nossa vida é insuportavelmente triste e solitária, merece atenção e ajuda.
Um tratamento não desfaz nem a tristeza nem a solidão, mas transmite as forças necessárias para conseguir aguentar melhor esta condição de vida.

O objetivo da terapia, no entanto, vai bem mais longe do que somente estabilizar a situação psíquica.
Saber lidar com a tristeza e a solidão é uma fonte de enorme energia, que pode ser transformada em autoconfiança, coragem e força de personalidade.

Tristeza e solidão podem transformar-se no tesouro secreto e na poção mágica do futuro.
Pedir ajuda e aceitar apoio terapêutico é um sinal de sabedoria e inteligência.

Existem tempos difíceis na vida, mas não é necessário vivê-los sozinho.

 

Um tratamento pode ser indicado quando houver um dos seguintes sintomas:
Problemas ou Incómodos Físicos
Desequilíbrios Emocionais
Falta de Energia ou Cansaço
Ansiedade, Depressão ou Sintomas de Stress
Acompanhamento de Terapias Médicas
Aumento do Desempenho Profisssional ou Desportivo
Preparação para Provas ou Competições

 

Condições especiais para estudantes e desempregados.