Grande parte dos elementos na tabela periódica são definidos como metais.
No entanto, normalmente entendemos como um metal sobretudo os sete clássicos que são:
Ouro, Prata, Cobre, Mercúrio, Ferro, Estanho e Chumbo.

Os metais, de todos os elementos, são os melhores condutores de eletricidade e de calor.
A razão é que, dentro da estrutura nuclear firme dum metal, os eletrões movimentam-se quase livremente.
Qualquer substância metálica, por isso, é eletromagnética.

A capacidade de conduzir ou de provocar cargas ou descargas eletromagnéticas é uma qualidade única dos metais, que é utilizada em muitos tratamentos que envolvem a bioenergia do metabolismo.

De todos os elementos utilizados numa medicação, os metais são os que têm efeitos mais diretos.
São usados para estimular a atividade e transmissão energética onde é necessário e onde ela está em falta.

A medicação metálica num tratamento está direcionada para o foco da questão e melhora rapidamente a situação.

 

Um tratamento pode ser indicado quando houver um dos seguintes sintomas:
Problemas ou Incómodos Físicos
Desequilíbrios Emocionais
Falta de Energia ou Cansaço
Ansiedade, Depressão ou Sintomas de Stress
Acompanhamento de Terapias Médicas
Aumento do Desempenho Profisssional ou Desportivo
Preparação para Provas ou Competições

 

Condições especiais para estudantes e desempregados.