Fomos educados a ver o perdão como a última solução dos fracos. E nunca ensinaram-nos nem a diferença entre desculpar e perdoar, nem que perdoar é um ato de grande força.
Uma força que não nos é dada, mas que tem de crescer em nós.

Com a força de conseguir perdoar cresce em nós também a paz e a capacidade de dar paz.
As maiores forças da vida são silenciosas. Só no silêncio interior encontramos o caminho.

Um relaxamento focado, com um acompanhamento terapêutico, aumenta a qualidade da percepção interior, e com isso a qualidade da própria vida.
Por estarmos envolvidos e consumidos pelos problemas que temos, ficamos dissociados de nós próprios.
Nossas diferentes partes não funcionam mais em conjunto e muitas vezes até se viram uma contra a outra.

A paz acontece quando o equilíbrio é reestabelecido.
O homem perfeito com todo o seu potencial existe numa tensão.
É um engano pensar que a paz e a felicidade vêm dum estado de relaxamento total.
É o equilíbrio das forças que cria o bem-estar, não a ausência de energia.


Um tratamen
to pode ser indicado quando houver um dos seguintes sintomas:
Problemas ou Incómodos Físicos
Desequilíbrios Emocionais
Falta de Energia ou Cansaço
Ansiedade, Depressão ou Sintomas de Stress
Acompanhamento de Terapias Médicas
Aumento do Desempenho Profisssional ou Desportivo
Preparação para Provas ou Competições

 

Condições especiais para estudantes e desempregados.